Ultimas

AO VIVO

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Prefeitura notifica e multa empresas por atraso na entrega de materiais para a Saúde



A Prefeitura de Rio Preto, através da Secretaria da Saúde, ampliou a fiscalização dos contratos de compras realizadas pela pasta para evitar a falta de itens necessários para o enfrentamento da covid-19. Na edição deste sábado do Diário Oficial do Município, publicou penalidades para cinco empresas, que ainda não teriam entregado a totalidade dos itens comprados pelo poder público.

A empresa Soma/SP Produtos Hospitalares recebeu multa de 20% do total do empenho 5452/2021, referente a compra de equipo macrogotas, em contrato que totaliza pouco mais de 36 mil, até o momento a administração já efetuou o pagamento de quase R$ 14 mil do contrato celebrado após a empresa vencer processo licitatório.

Também vencedora de licitação, a empresa Injex Industria Cirurgicas foi notificada com a aplicação de advertência e multa pelos empenhos 5.846 e 5.847, referente a compra de tubos para a coleta de exames de sangue. O contratos totalizam R$ 31,2 mil, até este sábado o portal de Transparência da prefeitura não apontava repasses para a empresa referentes aos contratos.

Situação semelhante enfrentam as empresas Rosicler Cirurgica e Vivacor Eletromedicina. A Vivacor venceu processo licitatório para a entrega de umidificadores. O contrato totaliza R$ 49 mil e a prefeitura ainda não realizou pagamentos para a empresa.

Já a empresa Vivacor celebrou contrato com a secretaria através de dispensa de licitação, permitido pelo Decreto de Calamidade Pública, que autorizou a pasta a celebrar compras sem a necessidade de licitação. A pasta cobra a entrega de 200 unidades de equipo âmbar para bomba de infusão, em contrato que totaliza R$ 7 mil.

A empresa Nacional Comercial Hospitalar recebeu advertência para normalizar imediatamente a entrega de tubos para coletas de exames sangue e seringas descartáveis, em processo realizado através de licitação e distribuídos em duas notas de empenho que totalizam R$ 35 mil.

A reportagem não localizou representantes das empresas para questionar a previsão para normalização das entregas.

(Por: Dhoje Interior)

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Acontece em Foco
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates