Ultimas

AO VIVO

sexta-feira, 5 de março de 2021

Prefeita desafia Estado e mantém comércio aberto em Jaci



A Prefeita de Jaci, Valéria Guimarães (Republicanos), anunciou que não pretende acatar as deliberações do governador João Doria (PSDB) anunciadas na quarta-feira, 3. O governo levou todo o Estado para a fase vermelha do Plano São Paulo, mas ela anunciou que não pretende fechar o comércio, uma das determinações do plano estadual para conter o aumento do número de casos da Covid-19.

Valéria tomou a decisão após reunião com os coordenadores Municipais de Saúde, Gabriel Lázaro e João Pedro Vilela, com o sargento Florêncio, da Polícia Militar, e a assessora jurídica Bia Janeli. O governo estadual decretou que todo o estado de São Paulo ficará na fase vermelha, a mais restritiva da quarentena, a partir deste sábado, 6, ao menos até o dia 19 de março.

De acordo com a prefeita, no entanto, serão tomadas medidas para evitar aglomerações. "Apesar do aumento de casos na cidade, entendo que as pessoas precisam trabalhar e as crianças estudar. Por isso, não aderi às restrições rígidas", afirmou Valéria em nota.

Apesar da decisão de não seguir o Plano São Paulo, no site do município a prefeita pede que a população "tenha consciência da gravidade" do que estamos vivendo e "continue tomando todos os cuidados para evitar a contaminação da Covid-19".

Em entrevista ao Diário, Valéria afirmou que decidiu não aderir às restrições mais severas porque considera que o comércio local não é extenso. "É muito pequeno o comércio aqui. Então, não resolveria eu fechar o comércio de Jaci e as indústrias todas continuarem trabalhando, as escolas continuarem funcionando", afirmou ela. "Eu achei injusto penalizar apenas o comércio, sendo que é pequeno aqui em Jaci".

A prefeita também manteve, por exemplo, o atendimento em academias. De acordo com o plano, o setor deve permanecer fechado. "Nós temos uma academia particular aqui, que está fazendo atendimento com o número reduzido (de pessoas). E uma academia municipal que já está atendendo com o número reduzido. Então, eu não vi necessidade de fechar", afirmou.

Valéria admitiu que deverá ser notificada pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional — responsável pela gestão do plano São Paulo — e também pelo Ministério Público para cumprir as determinações do governo. "Não é nenhum enfrentamento com o governo do Estado. O que estou fazendo é pensando na população de Jaci. Eu congelei o IPTU e já falaram que é renúncia de recursos, mas estou fazendo isso pensando na população", disse.

Ela reforçou, no entanto, que a Vigilância Sanitária do município vai "inibir aglomeração em bares e avenidas". "Vamos bater firme", afirmou Valéria ao defender o comércio local: "Nas lojas não tem aglomeração", garante.

Como aguarda ser enquadrada pelo governo do Estado e a promotoria de Justiça, ela admitiu que pode rever o seu posicionamento até sábado. "Se a gente ver que os casos estão aumentando, voltamos a rever. Nós estamos seguindo. Se aumentar muito, vamos aderir à fase vermelha", disse.

Deliberações da Prefeitura de Jaci

Escolas e Creches – Permanecem funcionando com capacidade de 35% (escolas) e 100% (creches), seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde.
Supermercados/Padarias – Permanecem funcionando com todas as medidas preventivas.
Comércio – Permanece funcionando com todas as medidas preventivas.
Restaurantes/Lanchonetes – Permanecem funcionando de forma presencial até às 18h com todas as medidas preventivas. Após às 18h somente serviços e de delivery e retirada.
Barbearias/Salões de Beleza/Estética – Permanecem funcionando com todas as medidas preventivas.
Academias – Permanece funcionando com número reduzido de alunos e com todas as medidas preventivas.
Igrejas – Podem funcionar com todas as medidas preventivas.
Farmácias/Hospitais/Postos de Combustíveis – Poderão atender ao público 24 horas.

Por:(Diario da Região)

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Acontece em Foco
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates