Ultimas

AO VIVO

segunda-feira, 22 de março de 2021

Edinho Araújo diz que é favor do lockdown no Estado de São Paulo

 

Na noite deste último domingo (21) o Prefeito Edinho Araújo participou ao vivo do jornal da emissora Globonews e concedeu entrevista à jornalista Cecília Flesch, âncora do noticiário.

Edinho respondeu às perguntas da jornalista, que questionou primeiramente se o lockdown seria a única opção, neste momento, para conseguir conter o problema no colapso da saúde que Rio Preto está vivendo. “Sempre me pautei pela ciência, por isso nós temos um Comitê de Combate a Covid-19 que é formado por especialistas. Aqui temos o HB que é um Hospital público e um dos maiores do Brasil e a orientação deste Comitê foi de que nós estamos no limite, tanto os leitos públicos – SUS, quanto os leitos de convênio privado. E eu, sempre me pautando pela ciência e querendo salvar vidas, cheguei à conclusão que este era o caminho: lockdown”, disse o Prefeito durante a entrevista na Globo News.

Edinho ainda frisou que a população aderiu e que há cinco dias a cidade está praticamente vazia. “O transporte público foi suspenso e nós estamos tentando fazer com que o sistema de saúde não entre em colapso”.

A jornalista perguntou se Edinho estaria entre os Prefeitos que participou da reunião na tarde deste domingo (21) com o Governador João Doria, de forma virtual, e se ele também seria a favor de um lockdown no Estado como tantos outros Prefeitos estão pedindo.

“O ideal seria que nós tivéssemos uma situação de controle, de coordenação geral. Os municípios foram protagonistas na situação da vacina. A vacinação no Brasil sempre foi um sucesso graças à capilaridade que tem a saúde dos municípios. O momento é crucial e nós precisamos de união dos Poderes, uma coordenação nacional contribuiria muito”, comenta o Prefeito.

Em relação à Rio Preto, Edinho explicou que tem diálogo frequente com o Governo de SP e que o Governo tem dado toda assistência. “Agora precisaria que houvesse uma sintonia política, é disso que nós estamos precisando neste momento. O problema é que as pessoas batem na porta do Prefeito, batem na janela, entram pelo corredor, então a situação é dramática. Nós não temos outra saída, por isso nós estamos pedindo o isolamento da sociedade, evitando aglomeração”.

Edinho elogiou a população de Rio Preto durante a entrevista que concedeu ao vivo à Globonews. “Eu senti, nesses últimos cinco dias, que há essa adesão, porque a cidade ficou praticamente vazia. Agora o resultado é só daqui 10 ou 15 dias, porque é o ciclo da doença e somente assim nós teremos condições de tirar este sufoco que vive a saúde pública”.

A âncora do noticiário ainda questionou o Prefeito sobre a live do Presidente Jair Bolsonaro, alegando que o Presidente não mencionou o nome de Edinho, nem o nome da cidade, mas deu a entender que se tratava de Rio Preto e seu gestor público. Cecília explicou que Jair Bolsonaro considerou um absurdo e chocante o fato de Rio Preto ter determinado o lockdown e perguntou a Edinho quais foram as dificuldades ele enfrentou e como deve ser a reabertura do comércio e do andamento da cidade depois de 15 dias.

“Estamos vinculados ao resultado. É claro que, no tocante à saúde, eu diria que a situação está sendo extremamente positiva. A economia é claro que está sendo afetada, mas não há país doente que a economia seja forte. Aqui nós tomamos providências que são duras. Não é fácil você fazer o lockdown, mas nós não temos outra saída”, disse Edinho durante a entrevista.

De acordo com o Prefeito, essa foi uma sugestão do Comitê Gestor e por isso suspendeu-se o transporte coletivo. “Há cinco dias não tem ninguém sendo transportado, a partir de amanha nós vamos flexibilizar um pouco, vamos flexibilizar a indústria alimentícia, os profissionais da saúde e os que entram nos serviços essenciais, estes poderão ser transportados”.

Edinho Araújo então finalizou dizendo que está fazendo aquilo que a ciência manda. “Não há outro caminho e esperamos que a vacina seja feita em massa. É disso que o povo brasileiro precisa, é de vacina”.

Reunião com Doria

O repórter Guilherme Balza, também da Globonews, trouxe informações ao vivo de que Prefeitos de várias cidade do Estado se reuniram de forma virtual neste domingo (22), com o Governador João Doria para pedir mais leitos, alegando que não estão conseguindo transferir os pacientes via CROSS – Central de Regulação de Leitos do Estado, além de insumos, respiradores, medicamentos (especialmente o remédio para fazer a intubação), pediram mais apoio da Polícia Militar nas ações de fiscalizações e mais vacinas.

De acordo com os detalhes da reunião, os Prefeitos também estão com medo de que acabem os oxigênios. Um levantamento feito pelo Conselho dos Secretários dos Municipais do Estado de SP, apontou que 54 cidades estão com os estoques de oxigênios em estados críticos.

Nesta segunda-feira (22) o Governador João Doria vai se reunir com as empresas fornecedoras de oxigênio para os hospitais do Estado de SP.

Por:(Dhoje Interior)

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Acontece em Foco
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates