Ultimas

AO VIVO

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Catanduva está entre as 62 cidades de SP que mais tiveram aumento de internações por Covid-19


Nesse momento, a porcentagem de ocupação não está em níveis de alerta, mas o problema é a velocidade em que novos pacientes estão sendo internados. O hospital referência no município, por exemplo, não tinha nenhum morador ocupando a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no meio de novembro. Quinze dias depois, 45% dos leitos já estavam ocupados.

Por conta da situação, a direção da Fundação Padre Albino, que administra os hospitais do município, emitiu um alerta para que os moradores saibam o que realmente está ocorrendo.

“O número de pacientes internados estava em uma onda decrescente. Porém, há duas semanas começou a aumentar. O número de consultas também está aumentando a cada dia. Estamos com aproximadamente 40% de ocupação na UTI. Isso nos preocupa muito, porque estava decrescendo, mas começou a aumentar em Catanduva e outras cidades também”, afirmou Renata Rocha Bugati, diretora de Saúde da Fundação Padre Albino.

Na tarde de quarta-feira (2), o governo do estado de São Paulo fez uma reunião com os 62 municípios que tiveram aumento na ocupação de leitos e internações para cobrar uma posição.


“Foram levantadas várias estratégias que serão incentivadas no decorrer dos próximos dias. Por exemplo, a questão da testagem, o monitoramento de contatos e a fiscalização de festas e grandes aglomerações, inclusive com o governo do estado colocando à disposição os guardas civis municipais e a polícia militar caso necessário”, disse Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior, secretário de Saúde de Catanduva.

Embora o número de internações por coronavírus tenha subido em Catanduva nas últimas semanas, o secretário de Saúde afirma que a situação está sob controle.

No entanto, um decreto permitindo que o comércio fique aberto das 7h até as 22h foi publicado para evitar aglomerações. O horário é superior ao permitido pelo Plano São Paulo de flexibilização das atividades econômicas.

“A prefeitura publicou o decreto essa semana com o objetivo de tentar diminuir a aglomeração de pessoas dentro dos estabelecimentos comercias. Percebemos que as pessoas acabam indo em período de festas acabam indo mesmo para o comércio. Então, a ideia é tentar estender o horário para tentar evitar as aglomerações. No entanto, é uma medida que pode ser desfeita a qualquer momento”, afirmou Ronaldo Carlos.

Até a noite de quarta-feira (2), Catanduva acumulava 6.151 moradores contaminados pelo novo coronavírus, dos quais 175 tinha morrido e 6.964 estava recuperados.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Acontece em Foco
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates