Ultimas

AO VIVO

domingo, 9 de julho de 2017

Menor acorrentado pela mãe deve ficar 9 meses internado: 'Grau de dependência forte', diz dono de clínica




O adolescente de 17 anos, que ficou acorrentado à mãe por três dias devido ao vício em crack, em Itapetininga (SP), deve ficar internado por pelo menos nove meses em uma clínica de recuperação, em Bady Bassitt (SP), segundo o responsável pelo local, Pedro Henrique Ribeiro Araújo. Em entrevista ao G1, o dono da clínica afirmou que o grau de dependência do jovem é forte, mas que ele está bem e medicado.


"Geralmente, o tratamento dura de seis a nove meses, mas ele chegou com um grau de dependência química muito forte. Por isso, a previsão é de pelo menos nove meses. Em três meses o adolescente se recupera da dependência física, mas a dependência emocional e mental demora mais. A recuperação do trauma, o pesadelo e a obsessão demoram cerca de seis meses. A gente conversou e ele já se diz arrependido de ter deixado a avó cheia de contas e sem nada, o que é um bom sinal", afirma.

Adolescente em conversa com o coordenador terapêutico da clínica de recuperação (Foto: Arquivo pessoal)
Araújo diz que a abstinência só deve aparecer daqui a uma semana. "A abstinência não virá com o pedido da droga, mas com a vontade de ir embora. Ele irá dizer que está com saudade da mãe e deve chorar bastante, mas o remédio tira a ansiedade", explica.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Acontece em Foco
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates